Destaque: Os carros que quase nunca quebram

Destaque: Os carros que quase nunca quebram

 

Pesquisa que incluiu 15 milhões de veículos aponta os modelos que mais raramente deixam os donos na mão

 

João Sandrini, de Exame

 

5 dos carros mais confiáveis são vendidos no Brasil

 

 

São Paulo – A empresa alemã de inspeções veiculares Dekra realiza um levantamento anual dos carros que dão menos dor de cabeça a seus proprietários. Para montar a lista, a empresa, que atua em 50 países, levantou os dados de falhas encontradas durante 15 milhões de inspeções veiculares realizadas nos últimos dois anos. “Com nossa pesquisa sobre carros usados, atingimos o objetivo de ajudar potenciais compradores dando a eles informações detalhadas sobre as típicas falhas de cada modelo”, diz Clemens Klinke, membro do conselho da Dekra.

 

oficina_mecanica

 

O levantamento não considera como falha a necessidade de substituição periódica de algumas peças, como pneus carecas. Apenas defeitos mais graves foram considerados no levantamento. A maioria dos problemas refere-se a defeitos elétricos, eletrônicos ou de iluminação (19,7%). Mas as falhas que mais geraram despesas para os proprietários estão relacionadas aos discos de freio, chassis e motor.

 

A empresa dividiu o desempenho dos veículos em três períodos: de 0 a 50.000 km, de 50.001 a 100.000 km e de 100.001 a 150.000 km. Ficou provado, por exemplo, que à medida que os carros rodam mais, o risco de aumento de gastos com manutenção cresce exponencialmente. A pesquisa é global. Sete dos oito carros mais confiáveis do mundo são fabricados na Alemanha, mas cinco deles são ou já foram vendidos no Brasil – ainda que em diferentes versões e produzidos em outros países. Veja a lista nas próximas páginas.

 

 

Opel Astra

 

opel_astra

 

O carro que obteve o menor índice de falhas entre as centenas de modelos pesquisadas foi o Opel Astra. A Opel é a subsidiária europeia da General Motors. Em gerações anteriores, o carro chegou a ser importado e depois produzido no Brasil e tornou-se um grande sucesso de vendas da Chevrolet. A versão brasileira do Astra, que foi retirada de linha no ano passado, entretanto, não contou com diversas modernizações promovidas pela Opel na Europa nos últimos anos.

 

 

Audi A4

 

audi_a4

 

Considerando as três classes de quilometragem incluídas na pesquisa (de 0 a 50.000 km, de 50.001 a 100.000 km e de 100.001 a 150.000 km), o Audi A4 foi o mais regular. O modelo, importado da Alemanha para o Brasil, conseguiu continuar a dar poucos problemas mesmo com o aumento do tempo de uso. O Audi A4 é vendido em três versões por aqui, com preços que variam de 134.900 a 243.500 reais. 

 

 

Ford Fiesta

 

ford_fiesta

 

O Ford Fiesta foi o automóvel que se saiu melhor na categoria carros pequenos. O modelo vendido no Brasil é trazido do México. Como a Ford não tirou o antigo Fiesta de linha, o carro que apresenta poucas falhas se chama New Fiesta por aqui e custa entre 45.950 e 47.950 reais. O Fiesta é um dos carros globais produzidos pela Ford. A empresa mantém o projeto e o design em todos os países onde o modelo é vendido. Alguns detalhes, entretanto, são alterados para agradar consumidores locais. Uma das mudanças promovidas no mercado brasileiro foi a inclusão de um motor flex.

 

 

VW Golf

 

vw_golf

 

O Volkswagen Golf foi considerado pela pesquisa o hatch que menos apresenta defeitos pelo segundo ano seguido. O carro é fabricado desde 1974, possui seis diferentes gerações e se tornou o modelo da Volks mais vendido do mundo – à frente até mesmo do Fusca. No Brasil, entretanto, ainda é comercializada a quarta geração do Golf. O modelo é produzido na fábrica de São José dos Pinhais (PR) em seis diferentes versões, que custam entre 54.865 e 72.085 reais. 

 

 

Mercedes-Benz Classe E

 

mercedes_classe_e

 

O Mercedes-Benz Classe E foi o vencedor da pesquisa na categoria carros médios executivos. As versões vendidas no Brasil da linha Classe E são três: sedã, coupé e conversível. Todas elas são trazidas da Alemanha com preços que variam entre 231.500 e 421.500 reais.

 

 

Opel Insignia

 

opel_insignia

 

O carro mais bem-colocado na categoria carros médios foi o Opel Insignia, que também já havia levado a honraria no ano anterior. O modelo fabricado na Europa foi o substituto do Vectra. Já no Brasil, a General Motors decidiu retirar o Vectra de linha no ano passado e substituí-lo por outro modelo, o carro global Cruze.

 

 

Mazda MX 5

 

mazda_mx5

 

Entre os carros esportivos, o primeiro colocado no ranking foi o Mazda MX 5. O modelo não é vendido no Brasil. A montadora japonesa suspendeu totalmente a importação de veículos para o país, mas planejava retomar os negócios neste ano ou no próximo. Os planos, no entanto, foram engavetados com a decisão do governo brasileiro de elevar o IPI sobre veículos importados de fora do Mercosul e do México.

 

 

Ford Kuga

 

ford_kuga

 

A pesquisa da Dekra apontou o Ford Kuga como o SUV mais confiável. O modelo não é comercializado no Brasil. A Ford possui apenas dois SUV no país. O mais conhecido é a Ecosport, cuja nova versão já foi apresentada, mas ainda não tem data para lançamento. A nova Ecosport será o primeiro carro global da montadora americana desenvolvido no Brasil. O outro SUV à venda por aqui é o Edge, importado do Canadá, que chega por a partir de 123.940 reais.

 

 

Leia também

Indústria Hoje

Indústria Hoje

Indústria Hoje