Preço do petróleo atinge máxima com expectativa de cortes na produção

Os mercados futuros de petróleo ficaram fechados na segunda-feira devido aos feriados de Ano Novo.

Indústria Hoje- Petróleo OPEP

Os preços do petróleo atingiram a máxima em 18 meses nesta terça-feira (3), primeiro dia de negociação de 2017, impulsionados pelas expectativas de um acordo que começou no domingo (1º) entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e não membros para cortar a produção e reduzir o excesso global de oferta.

O petróleo Brent subia US$ 1,26, ou 2,22%, a US$ 58,08 por barril, às 8h26 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava US$ 1,25, ou 2,33%, a US$ 54,97 por barril.

Mais cedo, o Brent tocou US$ 58,37 e o petróleo norte-americano atingiu US$ 55,24 por barril, maiores marcas desde julho de 2015.

Os mercados futuros de petróleo ficaram fechados na segunda-feira devido aos feriados de Ano Novo.

Estava marcado para 1° de janeiro o início oficial de um acordo entre a Opep e outros exportadores, como a Rússia, para reduzir a produção em cerca de 1,8 milhão de barris por dia (bpd).

A produção de petróleo da Rússia em dezembro permaneceu inalterada em 11,21 milhões de bpd, perto da máxima de 30 anos, mas o país se prepara para cortar a produção em 300 mil bpd no primeiro semestre de 2017, sua contribuição no acordo.

As informações são do site Globo.com

Leia também